Seja bem-vindo ao nosso site!

Você conhecerá um pouco do meu trabalho e também as principais informações e notícias sobre tudo o que diz respeito à cirurgia vascular. Aqui pretendo ter um canal de comunicação com você, paciente ou não.

Tratarei periodicamente de esclarecer tudo o que for relacionado à minha especialidade, mostrando detalhes de minha atuação e deixando você a par da cirurgia vascular.

<><><><><><><>

  • Saiba como evitar as varizes
  • Saiba o que é Hiperidrose

     

    hiperidrose

    Aplicação de botox na axila

     

    Especialista em cirurgia vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, o Dr. José Augusto de Jesus Ribeiro tem como especialidade o tratamento de hiperidrose e varizes em homens e mulheres. A hiperidrose é a transpiração em excesso, além do que o corpo humano necessita para regular sua temperatura.

    As glândulas sudoríparas, responsáveis pela regulação da temperatura do corpo, são classificadas como apócrinas e écrinas. São as glândulas écrinas, concentradas principalmente nas regiões das axilas, mãos e pés, que causam a hiperidrose, quando em atividade excessiva.

    Mais comuns em axilas, rosto, mãos e pés, o suor em excesso torna-se um incômodo, causando constrangimentos e problemas sociais, atrapalhando a vida pessoal e profissional daqueles que sofrem desse mal.

    Dados da Sociedade Internacional de Hiperidrose revelam que das áeras mais afetadas, 51% correspondem às axilias, sendo 30% nos pés e 24% nas mãos. Cerca de 3% da população mundial, entre homens e mulheres, sofre com esse problema de acordo com dados da Associação Médica Canadense. Desse universo, a doença é mais comum em pessoas com idade entre 25 e 64 anos.

    Os sintomas característicos da doença, dependendo da área afetada, são desde roupas molhadas e manchadas, dificuldade no manuseio de papéis e dos mais diversos instrumentos ou mesmo as simples situações do cotidiano, como um aperto de mão ou um beijo. Tudo isso por conta da umidade exagerada, consequencia da hiperidrose.

    Os tratamentos mais efetivos contra a manifestação dessa doença são a intervenção por meio do uso da toxina botulínica e a opção cirúrgica, por meio da simpatectomia torácica endoscópica.

    As injeções de toxina botulínica tipo A são usadas para desativar as glândulas sudoríparas, com efeito que pode durar entre 4 e 9 meses. Sua aplicação local não requer internação e pode ser realizado no próprio consultório médico, eliminando completamente o suor e liberando o paciente para o retorno imediato às suas atividades. Por não ser definitivo, o procedimento deve ser realizado a cada seis ou doze meses, dependendo do caso.

    A intervenção cirúrgica, por meio da simpatectomia torácica endoscópica é um procedimento que deve ser avaliado pelo médico e paciente, pois além de envolver riscos como qualquer cirurgia, tem suas particularidades e pode levar a complicações irreversíveis. Uma pequena incisão no tórax é feita pelo cirurgião vascular e com o auxílio de equipamentos de vídeo ocorre a eliminação do nervo que controla a glândula sudorípara.

    Existem outras possibilidades de intervenção cirúrgica para o tratamento de hiperidrose, decorrentes principalmente de técnicas utilizadas em cirurgias plásticas, como a lipoaspiração.

    A qualidade de vida do paciente e os riscos e benefícios de cada técnica devem ser levados em consideração quando da decisão pelo tratamento desse mal que pode levar à depressão e a problemas psicólógicos mais sérios.

    Homens que procuram cada vez mais os tratamentos contra varizes

    Ideia antes associada às mulheres e idosos, as soluções para o tratamento e prevenção de varizes estão sendo cada vez utilizadas pelos homens, preocupados com a saúde ou, principalmente, com a estética.

    Cerca de 35% da população brasileira padece com os males causados por varizes. Estimativas apontam que o problema vascular atinge um em cada quinze homens. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que 18% da população do planeta enfrenta problemas causados por doenças vasculares. “A preocupação de homens com até 30 anos de idade tem aumentado a cada dia no que diz respeito aos cuidados e tratamentos ligados a problemas vasculares. Em geral a estética é o principal motivo, mas é cada vez maior o número de homens que procuram solução para este problema afim de evitar um mal maior no futuro”, explica o Dr. José Augusto de Jesus Ribeiro, cirurgião vascular e especialista membro da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular).

    O sedentarismo é apontado como um dos principais fatores geradores de problemas vasculares em homens. Além disso a hereditariedade também responde por uma parcela dessa população que padece desse mal. “A audência de prática de atividade física sem dúvida é uma das principais causas. Mas a hereditariedade também contribui decisivamente para que homens passem a desenvolver problemas de ordem vascular”, alerta o Dr. José Augusto.

    Os primeiros sintomas de varizes nos homens são os pequenos vasos que surgem nas pernas. A sensação de cansaço, inchaço e dor também contribuem para o diagnóstico.
    “Ao menor sinal de varizes o homem deve procurar um especialista. Isso garante uma melhor qualidade de vida no futuro, já que as técnicas para tratamento são menos invasivas do que antigamente”, complementa o médico.

    Algumas das opções para quem busca o tratamento de varizes, seja por questões de saúde ou estética, são a microcirurgia, laser e crioescleroterapia com espuma. Este último procedimento pode ser realizado no próprio consultório médico, sem a necessidade de cirurgia. É o mais utilizado atualmente tanto por homens quanto por mulheres, pois possibilita ao paciente um retorno normal às suas atividades.

    CONHEÇA AS TÉCNICAS MAIS MODERNAS

    ESCLEROTERAPIA
    Esse é o procedimento mais difundido entre os médicos. Consiste em injeções com líquido esclerosante para secar os vasos doentes. Quando aplicadas por um cirurgião experiente, elimina até 80% dos vasinhos pequenos e de baixa pressão.

    CRIOESCLEROTERAPIA
    Alia a escleroterapia a algum agente resfriador. Pode ser feita com o resfriamento da seringa com uma cápsula gelada ou com jatos de ar a 20 graus negativos. É mais eficaz do que a escleroterapia simples e, como reduz a sensibilidade do paciente, acaba causando menos dor. No entanto, exige maior habilidade do médico para a aplicação da injeção e do agente resfriador ao mesmo tempo.

    CIRURGIA
    O Brasil é o país mais avançado neste método, que se tornou bastante seguro graças às melhorias da técnica cirúrgica e ao grande avanço na área de anestesia. Adequada para a retirada de veias maiores ou veias matrizes, que alimentam vasinhos pequenos. O resultado estético é muito bom. Se feita por um profissional competente e experiente, os riscos de complicações são mínimos.

    LASER TRANSDÉRMICO
    Há 30 anos os aparelhos a laser queimavam a pele e deixavam manchas. Os equipamentos de hoje eliminaram este problema, já que emitem luz absorvida 30 vezes mais pelo sangue do que pela pele. Existe também a variante Cryo laser, que utiliza jatos de ar congelado que reduzem a dor em 100% dos casos. Trata vasos de forma não-invasiva até em áreas mais delicadas. Nas pernas, se combinado com injeções de glicose e ar gelado, acaba com vasinhos e varizes de tamanho médio de maneira totalmente segura. O cirurgião Kasuo Miyake – pioneiro nesta combinação – relata que nos últimos três anos mais de 80% dos casos – que antes eram tratados com cirurgia – foram resolvidos na própria clínica.

    LASER ENDOVENOSO
    Ideal para eliminar varizes de médio e grosso calibre, é uma cirurgia minimamente invasiva que consiste na introdução de uma agulha no interior da veia varicosa levando a fibra ótica do laser de diodo. Pela ação térmica do laser, o vaso é fechado e absorvido pelo organismo.

    Fonte: Dr. José Augusto de Jesus Ribeiro, Especialista em cirurgia vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

    Clique AQUI e leia a matéria

    Boicote de médicos a planos de saúde tem adesão de 70%, estima associação

    A AMB (Associação Médica Brasileira) estima que até 70% dos médicos aderiram ao boicote aos planos de saúde. Durante 24 horas, médicos de 23 Estados e do Distrito Federal prometeram não atender os planos que não reajustaram os valores pagos pelo serviço.

    Segundo a assessoria de comunicação, a estimativa é baseada em informações preliminares repassadas por sindicatos nos Estados.

    A Comissão Nacional de Saúde Suplementar (Comsu) estima que de 25 a 35 milhões de pessoas devem ficar sem atendimento por planos de saúde em consultórios, ambulatórios e hospitais, nesta quarta-feira (21). É a segunda vez este ano em que a categoria paralisa. Na primeira, em abril, usuários de todos os planos foram afetados. Agora, apenas os planos que não negociaram ou não reajustaram os valores sofrem a sanção.

    Os médicos pedem aumento imediato no valor das consultas pago pelas operadoras e a fixação de um reajuste anual. De acordo com a classe, os planos de saúde pagam, em média, R$ 40 por atendimento. O valor mais baixo encontrado pelas entidades médicas é R$ 15, e o maior, R$ 80. A categoria defende mínimo de R$ 60.

    A reivindicação é que a remuneração dos médicos tenha reajustes anuais, assim como as mensalidades cobradas pelos planos. Segundo os médicos, nos últimos anos, os planos de saúde foram reajustados em cerca de 150%, enquanto a remuneração médica não chegou a subir 50%. “Aos médicos, não há previsão de aumento. Só nos resta o conflito”, disse o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Aloísio Tibiriça Miranda.

    Os profissionais reclamam da interferência das empresas no trabalho médico, como forçar a alta de pacientes internados em unidades intensivas de tratamento e recusar a autorização determinados exames. “É inadmissível quem tem plano de saúde tenha ter que recorrer ao Sistema Único de Saúde (SUS) porque as operadoras negam atendimento”, disse Florentino Cardoso, presidente da Associação Médica Brasileira (AMB).

    Os médicos também cobram atuação mais firme da ANS. “O que está colocado em jogo é a assistência a 46 milhões de usuários. O governo tem responsabilidade”, disse Miranda.

    Por Estado

    O protesto ocorre em 23 Estados e no Distrito Federal. Em nove Estados, os médicos suspendem as consultas de todas as operadoras – Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Tocantins.

    O Amazonas, o Rio Grande do Norte e Roraima são os únicos Estados em que os médicos não irão parar porque entraram em acordo com as operadoras ou estão prestes a chegar a um consenso.

    Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos durante a mobilização. Segundo as entidades médicas, os pacientes foram avisados com antecedência da paralisação e devem reagendar as consultas.

    Fonte: UOL Ciência e Saúde – http://tinyurl.com/3z9mkh2

    Presidente da SBACV, Guilherme Pitta assume cargo na AMB

    Mandato na Diretoria de Atendimento ao Associado vai até 2014

    O presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), Guilherme Pitta, assume o cargo de diretor de Atendimento ao Associado da Associação Médica Brasileira (AMB) no dia 22 de outubro. Pitta foi eleito com outros 27 médicos para fazer parte da direção nacional da AMB para gestão de 2011 a 2014.

    Saiba quais serão suas ações na entidade nacional.

    – Quais são as atividades da Diretoria de Atendimento ao Associado da AMB?
    DR. GUILHERME PITTA – Atividades de apoio ao associado com aproximação entre os associados, federadas e Sociedades de especialidade.

    – Quais serão suas principais ações na Diretoria?
    DR. PITTA – Esclarecer os associados o papel da AMB, trazendo-o para perto, facilitando seu acesso aos programas, à diretoria e discutindo sugestões. Pretendemos criar o cartão AMB com toda a vida do associado, descontos em eventos e cursos, cadastro para o CNA, vídeo-conferências, AMB online e blogs.

    – O que a eleição de um cirurgião vascular na diretoria da AMB representa para a SBACV?
    DR. PITTA – Representa o reconhecimento da AMB ao trabalho desenvolvido em uma Sociedade de especialidade que se destacou pela descentralização das atividades, educação continuada e inovação.

    – De que forma a experiência frente a SBACV vai lhe ajudar na AMB?
    DR. PITTA – Esta experiência será muito importante no atendimento aos associados, fazendo incluir nos programas, participação ativa e aumento do número de associados.

    Fonte: http://tinyurl.com/4x6q7xg

    São Paulo será sede do 39º Congresso Brasileiro de Angiologia e Cirurgia Vascular

    Linha Fina: Dr. José Augusto Ribeiro tem presença confirmada

    A cidade de São Paulo receberá, entre os dias 11 e 15 de outubro, o 39º Congresso Brasileiro de Angiologia e Cirurgia Vascular. O evento, que será realizado no Palácio das Convenções do Anhembi, contará com a presença de convidados do Brasil inteiro e também de outros países como Inglaterra, Estados Unidos, Canadá e Espanha, entre outros.

    A importância do Congresso, aberto apenas a especialistas, está nas discussões acerca das novidades, atualizações e outros aspectos importantes da Angiologia e Cirurgia Vascular.

    O Dr. José Augusto Ribeiro garantiu sua presença e destaca que todo especialista preocupado com a saúde de seus pacientes deve procurar especializar-se constantemente, participando de atividades e eventos que permitam sua atualização profissional. “O Congresso Brasileiro de Angiologia e Cirurgia Vascular é sem dúvida uma das mais completas oportunidades que o especialista tem para debater com colegas, trocar ideias e experiências, levando para os hospitais e consultórios médicos aquilo que há de melhor, sempre pensando no que pode oferecer para uma melhor qualidade de vida de seu paciente”, explica o Dr. José Augusto de Jesus Ribeiro, cirurgião vascular e especialista membro da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular).

    O Congresso foi pontuado pela Comissão Nacional de Acreditação, possibilitando que os médicos participantes obtenham pontos, utilizando-os no processo de revalidação do título de especialista.

    O evento contará também com a presença de empresas do setor médico, que apresentarão as últimas novidades para o tratamento e prevenção de doenças
    relacionadas à especialidade.

    Destaque

    O Dr. José Augusto Ribeiro recebeu em seu consultório, na Parada Inglesa, a equipe de reportagem do Jornal do SBT. Em pauta o tratamento de varizes cada vez mais procurado pelos homens, preocupados com estética e saúde.

     Dr. José Augusto fala ao Jornal do SBT sobre cirurgia vascular e varizes.

    CERTIFICADOS

    CONVÊNIOS

    Em breve